Skip to Content

CORRENTES D´ESCRITA 2015

graficas, artes graficas, livro,impressao

Decorreu na Póvoa de Varzim (25 a 28 de fevereiro), a 16ª edição do Correntes d’Escritas – Encontro de Escritores de Expressão Ibérica.

Este ano foi no Cine-Teatro Garrett que tudo aconteceu - as mesas, os lançamentos de livros, sessões de poesia, teatro, cinema, uma exposição e ainda a Feira do Livro.

Aires Pereira, Presidente da Câmara Municipal, não pôde deixar de destacar a “repercussão que o Correntes d’Escritas tem, quer a nível nacional, quer internacional, da maior importância e relevância para o concelho”, visto que “a cultura é o grande motor da economia”. 

O Vereador da Cultura revelou que “o Correntes d’Escritas tem como um dos seus grandes objetivos a promoção do livro e da leitura”, constatando que este “tem sido atingido. Vê-se pelo número de crianças que participaram na sessão de encerramento (Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d’Escritas Porto Editora), vê-se pelo número de trabalhos a concurso para o prémio juvenil (Prémio Literário Correntes d’Escritas Papelaria Locus), e também as sessões nas escolas”.

Desde o Jardim-de-infância ao Ensino Superior, o 16º Correntes d’Escritas promoveu 16 sessões de encontro entre escritores e alunos.

Um evento em notório crescimento, um milagre consumado, mais uma edição encerrada. Para a recordar, o Município coloca ao seu dispor fotogalerias, vídeos, reportagens, crónicas no portal municipal e no Facebook da Câmara e do Correntes.

Em 2002 foi lançado o primeiro número da Revista de Cultura Literária da Póvoa de Varzim – Correntes d’ Escritas, constituída por três partes fundamentais, uma com contos inéditos de vários escritores presentes nas edições do evento, outra dedicada à poesia e outra ainda dedicada a escritores em particular. Sebastião Alba, Sophia de Mello Breyner Andresen e Alexandre Pinheiro Torres, Herberto Hélder, Mário de Cesariny e Lídia Jorge foram os homenageados até ao momento.



artigos | by Dr. Radut