Skip to Content

CTT - FADO

"Há muito tempo atrás, muito antes do Estado Novo com que é frequentemente confundido, já era o Fado a «canção de Lisboa», tendo-se depois também tornado, por força da divulgação radiofónica, a canção de Portugal. Mais tarde, seguindo a diáspora dos nossos emigrantes, transformou-se em canção da saudade universal, desde os bidonvilles de Paris às avenidas de Buenos Aires, das praças de Newark e Ontário às vielas de Macau.

Por estes motivos, é de toda a justiça que os CTT Correios de Portugal celebrem o Fado com orgulho e satisfação, afirmativa e declaradamente, como extraordinária manifestação popular e também erudita que é e será sempre.  Alfredo Marceneiro, Carlos Ramos, Maria Teresa de Noronha, Amália Rodrigues, Hermínia Silva, Carlos do Carmo, Mariza e tantos outros enormes artistas ficam aqui registados para a posteridade, como personagens ímpares da nossa História."
Com esta iniciativa os CTT mostram o seu apoio à consagração do Fado lisboeta como Património Cultural Imaterial da Humanidade, classificação conferida pela UNESCO.



artigos | by Dr. Radut