Skip to Content

JÚLIO DOS REIS PEREIRA - A IMAGEM QUE DE TI COMPUS - HOMENAGEM a JULIO

"A Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação Cupertino de Miranda congratulam-se com esta parceria que permite homenagear o pintor e poeta Júlio dos Reis Pereira, que morreu há 30 anos e cuja obra é, para muitos, ainda desconhecida.
O título da exposição “a imagem que de ti compus”, verso de Saúl Dias, pseudónimo de Julio enquanto poeta, procura estabelecer essa relação e coexistência do Pintor e Poeta, que marca um percurso individual original, num desejo de revolução do surrealismo em Portugal e perseguindo, assim, a missão da Fundação Calouste Gulbenkian de divulgar a arte portuguesa do século XX através do CAM.
Ao cruzamento dos acervos das duas instituições, de que resulta esta exposição, acresce a colaboração do cineasta Manoel de Oliveira através da exibição, no espaço expositivo, do filme--documentário As Pinturas do Meu Irmão Julio, realizado em 1965, que vem enriquecer o projeto, bem como reforçar um dos temas fulcrais de Julio: a presença da figura feminina."



artigos | by Dr. Radut