Skip to Content

BOA CAMA BOA MESA 2014

"Ao longo dos anos, a primeira edição do Guia Boa Cama Boa Mesa é relativa ao ano de 2003, as equipas de jornalistas associadas a este projeto têm aperfeiçoado e afinado os seus critérios de avaliação relativamente aos restaurantes e às unidades de alojamento. As parcerias estabelecidas, em 2013, com a ViniPortugal e, em 2014, com a Sociedade Ponto Verde, e respetivas ações de formação, tornaram a equipa ainda mais atenta a diversas características, antes apenas referenciadas, hoje devidamente avaliadas, seja o serviço de vinho a copo, sejam as boas práticas ambientais, tanto na vertente acedida pelo público, seja no que diz respeito a normas de funcionamento. Tanto uma como outra avaliação obedece a pontuações que, devidamente ponderadas, conduzem a um resultado, publicado no próprio Guia.
Independentemente destas avaliações setoriais e específicas, os nossos critérios, os critérios do Guia Boa Cama Boa Mesa, são muito simples de aferir, ainda que obrigatoriamente diferentes para restaurantes e unidades de alojamento.

Na vertente Boa Cama, existem fatores de avaliação claros, como o enquadramento local e/ou regional, o projeto, o edifício e sua arquitetura, a decoração (níveis de conforto, enquadramento temático e equipamentos), serviços disponibilizados e qualidade dos mesmos (room service, piscina, Spa, restaurante, bar e atividades promovidas dentro e fora da unidade de alojamento), relacionamento com o hóspede, capacidade de resposta a diversos pedidos e, obviamente, a relação preço/qualidade.
Relativamente à Boa Mesa, os critérios de avaliação obedecem a cinco grandes áreas: comida (produtos, confeção, apresentação e ementa), local (localização, sala, amesendação, talhares, decoração, vista e ambiente), serviço (serviço de mesa, tempo de espera, aconselhamento e relacionamento com clientes), garrafeira (quantidade, diversidade e qualidade; serviço e aconselhamento, serviço de copos, qualidade/preço e serviço de vinho a copo) e relação preço/qualidade (geral).
A todos estes critérios o Guia Boa Cama Boa Mesa ainda segue um objetivo de descentralização, identificando, sempre que existam, restaurantes e alojamentos representativos de todo os concelhos do país, privilegiando essa ocupação geográfica em detrimento da concentração nas grandes cidades, tornando-se assim não apenas um guia de boa cama e de boa mesa, mas também um convite a descobrir Portugal, de norte a sul, do Interior ao Litoral, sem esquecer os arquipélagos dos Açores e da Madeira".



artigos | by Dr. Radut