Skip to Content

IV FESTIVAL INTERNACIONAL POLIFONIA PORTUGUESA

“A Polifonia Portuguesa alcançou nos séculos XVI e XVII um momento único de criação, assim o Festival de Polifonia celebra-se em locais singulares do barroco do norte de Portugal, nomeadamente nas igrejas de São Victor (Braga), de São Francisco (Porto), (Beneditina) de Nossa Senhora do Terço (Barcelos), Matriz de Vila do Conde, do Mosteiro de Tibães (Braga), de São Gonçalo (Amarante), de São Lourenço (Porto), do Bom Jesus do Monte (Braga) e de Landim (Vila Nova de Famalicão).

A singularidade da Polifonia Portuguesa associada ao carácter cenográfico do barroco do norte do país são realidades verdadeiramente únicas da criação em Portugal, que fazem do Festival de Polifonia Portuguesa um evento ímpar”.



artigos | by Dr. Radut