Skip to Content

30 ANOS-NICOLINAS

Graficas,Artes Graficas,Printing

“Nestes trinta anos, e para destacar apenas alguns momentos importantes para as Nicolinas, pudemos assistir ao ressurgimento da Irmandade de S. Nicolau, que por sua vez se tornou indispensável à reconstrução da Capela de S. Nicolau. Ao encontrar um local definitivo para colocar o “Pinheiro”. Ao Monumento Nicolino que marca a paisagem física da cidade com uma obra de um dos maiores artistas plásticos Portugueses, e também Nicolino, José de Guimarães. Está nestes últimos trinta anos também o sucesso da recuperação das “Danças de S. Nicolau” de forma continuada e com assinalável sucesso público. Foram ainda, a confirmar a consolidação do interesse crescente pelas Festas, editadas várias obras de referência sobre as Nicolinas também neste período.

As Nicolinas hoje, traspõem claramente as fronteiras de Guimarães e constituem-se já como uma das suas mais poderosas marcas identitárias.

A juntar a tudo isto, há em curso um movimento (que se pretende fundamentado, para isso estão em curso estudos) que procura suportar a pretensão de candidatar as Festas a Património Cultural Imaterial da Humanidade.”



artigos | by Dr. Radut