Skip to Content

MARTINS DA COSTA - CONTOS VIVIDOS

“Falemos então deste livro. Existe em Portugal uma brilhante tradição de escrita praticada por artistas plásticos que, pousando os pincéis (no caso dos pintores) ou o escopro e o martelo (os escultores) cultivaram, a par, a arte das letras.

Para o meu sentido crítico (não só pela capacidade revelada, mas especialmente pelo inusitado) João Martins da Costa, com as suas crónicas, inscreve-se por completo nesta tradição. Enriquecendo-a na vertente de testemunhar o quotidiano através do processamento da autobiografia que, paulatinamente, nos vai expondo.

As suas prosas constituem um rigoroso registo da memória, trazendo até nós factos e acontecimentos de lugares por onde passou ou onde viveu. Mas o cronista não se limita a ser retratista ou testemunha daquilo a que vai assistindo, porque, à medida que expõe a sua visão na realidade, não deixa de explanar os conceitos e princípios que lhe pautaram as escolhas …”

Estas palavras são do professor Helder Pacheco, autor do prefácio deste livro que contou com coordenação editorial de Álvaro Coimbra, jornalista da RTP, amigo e antigo aluno de Martins da Costa.

A Omdesign, fundada em 1998 por Diogo Martins da Costa Gama Rocha, neto do pintor, teve a seu cargo a conceção desta obra.
 



artigos | by Dr. Radut